© 2018 por Patricia Oliveira.

Sobre meu caminho...


Minha história é muito parecida com a de algumas mulheres da atualidade. Nascida em uma família de classe média, com 2 irmãos, cresci em São Paulo e segui o caminho ensinado à todos da nossa geração. Estuda bastante, trabalha bastante que tudo vai dar certo.


Tive a oportunidade de estudar bastante e me formei Designer Gráfico. Me associei a uma agência o que foi motivo de muito orgulho. Deu tudo certo. Casei, tive minha primeira filha, e a rotina de trânsito, trabalho, casa, vida social começou a pesar. Aí, tive a segunda filha e me sentia sobrecarregada e culpada, pois diante de tantas responsabilidades e atividades, a falta de tempo tornou-se a desculpa para uma vida estressante e ligada no piloto automático, onde eu era a última da fila. Perdi a mão! Mas quem nunca?


Por conta de um estresse “megablaster” e problemas de saúde, resolvi mudar... Não sabia como, nem porquê, só sabia que precisava mudar. Resultado dessa necessidade: fui parar na pós graduação de semiótica psicanalítica. Sim, isso mesmo, hahahahaha. Em outras palavras refere-se ao estudo do ‘ser no mundo’ atual e a realidade social, contradições e sintomas. Nem preciso dizer a reviravolta que isso gerou na minha cabeça.


Muitas fichas caíram através da retomada de consciência que esse curso me trouxe. Resolvi iniciar algumas mudanças, pois entendi que a minha qualidade de vida e a minha felicidade só dependiam de mim. Sai do papel de vítima. Meu maior insight foi que as minhas filhas passaram de desculpa e se tornaram o motivo dessa ‘retomada’.

Nesse processo solitário, fui de executiva à supermãe, de fast food para alimentação viva... Tentem imaginar as minhas dores nesse processo de mudança... Quantos erros e acertos? Acreditem, foram muitos. E aí, no meio de tudo isso, meu marido foi diagnosticado com câncer. Sim, tudo junto de uma vez só!


Quem é mulher sabe que a gente não tem a opção de fraquejar numa situação como essa. Segurei a onda, passamos por todo o processo, acionamos o modo parceria e seguimos adiante com todos os passos, em família, nos apoiando.

Diante de tudo isso, percebi que sozinha estava muito difícil e que precisava de métodos e ferramentas para organizar a minha vida. Foi então que conheci o Institute for Integrative Nutrition de Nova Iorque e me inscrevi para fazer o curso de Health Coach, e facilitar a minha vida com métodos para a mudança de hábitos e comportamentos. Assim consegui vivenciar de uma forma real a tão sonhada vida mais saudável, afinal, a dor faz você realmente tomar a decisão e focar na solução.


Me apaixonei, pois consegui colocar em prática na minha vida e na rotina da minha família tudo o que aprendi. Resolvi então fazer a especialização em saúde do intestino e escrevi o livro: "Fácil de Engolir", que descreve a importância da saúde no intestino na nossa vida. Meu Deusssssss, mais fichas caíram e ai fechei o meu “ciclo do entendimento”, do quanto a alimentação e estilo de vida influenciam nas nossas vidas.



De toda essa história, colhemos excelentes resultados. O saldo foi muito positivo. Meu marido conseguiu se recuperar antes da data prevista, voltou ao trabalho e seguimos com nossa vida fortalecida e embasada em uma parceria ímpar. Hoje, eu e ele praticamos diariamente novos hábitos saudáveis, tanto alimentares como de estilo de vida. No ano passado chegamos a participar, como dupla, de uma prova de triathlon o que nos motivou a colocar metas de treinamento para não deixar a rotina nos dominar. Tem sido incrível! Tudo isso, claro, estendido as nossas amadas e queridas filhas que iluminam a nossa vida com tantos desafios que nos trazem diariamente.


E eu Paty Ferraz, como estou? Estou muito feliz, pois encontrei a minha missão de vida como Health Coach (Coach de Saúde e Bem Estar). Formada por um dos institutos mais conceituados do assunto, hoje, oriento, acolho e acompanho pessoas sobrecarregadas e sem tempo a combater doenças e mudar seus hábitos de alimentação e estilo de vida de uma forma simples e fácil.


Por amor, por acreditar, por saber que é possível, e por entender que todos nós merecemos!


Beijo no coração!!!

46 visualizações